Encalhe de boto-cinza vivo

Em 20 de outubro de 2017 guarda-vidas e moradores do balneário Carapebus, na Serra, ajudaram um filhote de Boto-cinza (Sotalia guianensis) que encalhou vivo. A rebentação estava muito forte para manter o animal na água. Técnicos do CTA - Serviços em Meio Ambiente e do IPRAM atenderam a ocorrência e prestaram o devido atendimento veterinário, mas o animal não resistiu e foi a óbito pouco tempo depois.

O animal apresentava diversas lesões de causa possivelmente infecciosa, o que pode representar um risco para as pessoas dependendo da doença. Por isso é importante acionar o atendimento especializado. A causa da morte será investigada através da realização de necropsia e análise de amostras do corpo do animal.

Agradecemos a todos os cidadãos que dedicaram esforços para ajudar o animal.

Caso encontre um animal encalhado na praia (mamíferos, tartarugas e aves marinhas), vivo ou morto, acione a Central de Emergencias Ambientais da Petrobras através do número 0800-039-5005.

O Projeto de Monitoramento de Praias nas bacias de Campos e Espírito Santo (PMP-BC/ES) é uma condicionante ambiental da Licença de Operação da Petrobras, expedida pelo IBAMA.